Justiça Federal intima senador da PB para responder por suposto ato de improbidade praticado em 1999

20111004173655_01.jpg

O senador Cícero Lucena (PSDB) foi intimado mais uma vez pela Justiça Federal na Paraíba para responder, agora, a uma Ação Civil Pública, movida pelo Município de João Pessoa, por suposto ato de Improbidade Administrativa, cometido pelo tucano quando era prefeito da Capital, mais precisamente no ano de 1999.

A Ação trata de supostas irregularidades com convênios do Fundo Nacional de Saúde (FNS) na execução de obras do Complexo Hospitalar de Mangabeira e ainda do Hospital Geral, ala de serviços, bloco de apoio, reservatório e hospital infantil no intuito de fortalecer o Sistema Único de Saúde na Capital.

Tudo começou quando a prefeitura firmou dois convênios com o FNS em 1999. Um deles, número 532/99, datado do dia 19 de novembro, tinha por objetivo dar apoio financeiro para execução do Complexo Hospitalar de Mangabeira e o outro, número 1.115/99, datado de 30 de dezembro do mesmo ano, tinha o objetivo a execução do Hospital Geral, ala de serviços, bloco de apoio, reservatório e hospital infantil no intuito de fortalecer o Sistema Único de Saúde em João Pessoa.

Revela-se ainda que os valores pactuados nos convênios foram, respectivamente, R$ 500 mil, sendo R$ 450 mil de recursos federais e R$ 50 mil de contrapartida; e R$ 4,7 milhões, sendo R$ 4 milhões de recursos federais e R$ 700 mil de contrapartida.

Ocorre que o município de João Pessoa em abril de 2005 através de um ofício de número 1265/MS/SE/FNS do Ministério da Saúde foi notificado para devolver R$ 634.169,21 referentes às despesas impugnadas no convênio número 532/99 e posteriormente, imputando débito atualizado em outubro de 2006 para devolução de recursos no valor de R$ 1.270.092,09 milhão.

Quanto ao outro convênio, de número 1.115/99, o Ministério da Saúde determinou a prestação de contas final ou a devolução dos recursos no montante de R$ 9.135.195,11, bem como a inclusão da Prefeitura de João Pessoa nos cadastros de restrição do Siaf (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal).

Depois disso, ainda em 2005 foi encaminhado a prefeitura da Capital um ofício comunicando a não aprovação da prestação de contas do convênio 1.115/99 determinando-se assim a devolução dos recursos com a imputação de débito no valor de R$ 9.494.433,07 e posteriormente atualizado, já em 2007, em R$ 9.983.897,12 em nome do então prefeito, Cícero de Lucena Filho.

Agora, o senador Cícero Lucena será ouvido em mais um caso pela juíza federal, Cristina Maria Costa Garcez.

PolíticaPB

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Equipe do Radar Sertanejo é agredida em Cajazeiras

int_04102011180244.jpg

Jornalistas faziam uma matéria sobre investigação da Receita Federal, no momento, em loja de eletrônicos da cidade.
Agressões a profissionais de comunicação evidenciam a necessidade de fortalecer as liberdades de imprensa e de expressão. Em Cajazeiras na manhã dessa terça-feira (4), o repórter do portal Radar Sertanejo, Alex Gonçalves e o cinematográfico Elmo Lacerda foram agredidos por uma funcionária da loja Digital Center, que fica localizada próximo à praça das Oiticicas.

As agressões verbais aconteceram quando os dois profissionais captavam imagens sobre uma investigação que a Receita Federal fazia no momento na loja Digital Center, sob suspeita de vender mercadorias adquiridas irregularmente.

A equipe foi vítima de palavras de baixo calão e gritos por parte de uma funcionária que não queria que a reportagem fosse realizada. Mesmo sob os fortes gritos da funcionária a equipe conseguiu gravar imagens.

Após as gravações a equipe do Radar Sertanejo prestou queixa à justiça contra a funcionária por agressão verbal.

Radar Sertanejo

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Morador de rua surpreende e emociona ao cantar Nirvana e bomba no web; confira

1317764173614-carlos.JPG

O nome dele é Carlos, de Porto, costuma ficar na rua Santa Catarina. Vive da música e dos trocados que ganha.

Música: Nirvana – Heart Shaped Box

Não Salvo

paraiba.com

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Justiça investigará situação do Samu na PB

87989_W220Q60I2SASRFHFVRLRRCLCTCRCB.jpg

A coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Saúde, Adriana Amorim, vai solicitar aos promotores das regiões onde as centrais de regulação do Samu ainda não estão efetivamente em funcionamento a instauração de um procedimento para investigar a situação da gestão da rede de Samu, no Estado da Paraíba. A promotora que saber onde estão as ambulâncias do Samu, se houve repasse do Governo Federal e o porquê das centrais não estarem funcionando.

Para isso, o procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, vai convocar os promotores para uma audiência na próxima semana, na sede da Procuradoria Geral de Justiça, para discutir o assunto com setores responsáveis pelo funcionamento do Samu em âmbito federal, estadual e municipal.

“Vamos convocar todos os promotores para uma reunião na semana que vem e será discutida amplamente com o pessoal do Estado, dos municípios e a representação federal a questão dessa rede Samu e em que circunstâncias se encontra”, disse Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, ao acrescentar que a população não pode ficar prejudicada no que diz respeito à prestação desse serviço por parte do poder público.

Samu e Upa de Guarabira
Nesta terça-feira (4), a situação do funcionamento da Central de Regulação do Samu e da Unidade de Pronto Atendimento de Guarabira foi discutida em uma reunião, no gabinete do procurador-geral de Justiça, com a presença da prefeita Fátima Paulino, da secretária de Saúde daquele município, Alana Barreto, do secretário da Saúde do Estado, Waldson Dias de Souza, do coordenador de Urgência e Emergência da Secretaria da Saúde do Estado, Valber Alves Frazão, das promotoras Adriana Amorim e Ana Guarabira de Lima Cabral (promotora da Saúde de Guarabira) e do promotor Ricardo José Medeiros.

O encontro aconteceu a pedido da promotora Ana Guarabira que pediu uma definição do secretário Waldson Dias quanto a data para a inauguração da Upa e pediu esclarecimentos à prefeita de Guarabira sobre a situação do Samu. A prefeita Fátima Paulino disse que pretende inaugurar a Central de Regulação do Samu até o dia 29 de outubro. Já está marcado o treinamento dos profissionais que deverão ser contratados para o serviço, que deverá acontecer nos dias 10, 11 e 12 deste mês. Logo depois do treinamento, os profissionais serão contratados e o fardamento comprado pelo município de Guarabira.

Quanto à Unidade de Pronto Atendimento, que é atribuição do Estado da Paraíba, o secretário da Saúde deu como data provável de inauguração o dia 26 de novembro, dependendo da decisão da Assembleia Legislativa que decidirá nesta quarta-feira (5) quanto a possibilidade das Organizações Sociais poderem gerenciar as unidades.

“Nós verificamos que Guarabira já tem um progresso com relação ao funcionamento das unidades de centrais de regulação do Samu. No entanto, o coordenador estadual da Urgência e Emergência informou que existem outras cidades que são sede dessas centrais de regulação, que não estão efetivamente em funcionamento”, observou a coordenadora do Caop da Saúde. Com base nessa informação é que a promotora Adriana Amorim decidiu sugerir aos colegas promotores a abertura de procedimentos para investiga a situação.

Da assessoria do MPE
images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Pai de Herbert Vianna sofre acidente com ultraleve na Barra

pai-de-herbert-vianna-sofre-acidente-com-ultraleve-na-barra.jpg.280x200_q85_crop.jpg

O brigadeiro-do-ar Hermano Vianna, pai do cantor e compositor Herbert Vianna, do Paralamas do Sucesso, sofreu um acidente de ultraleve, na tarde desta terça-feira, ao pousar no Clube Esportivo de Ultraleves (CEU), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O oficial foi levado de helicóptero para o Hospital da Força Aérea do Galeão (HFAG), na Ilha do Governador.

O brigadeiro passou do ponto do pouso (a expressão técnica é "varou o pouso") e parou no meio do mato. O acidente foi com um ultraleve avançado modelo Sierra.

De acordo com as primeiras informações, ele está lúcido e orientado. As tomografias não revelaram lesões graves. Ele já foi avaliado pela equipe de cirurgia geral e aguarda ser examinado pela neurocirurgia.

Procurada pelo EXTRA, a Comunicação Social da Aeronáutica informou que "não ia se manifestar".

Em 4 de fevereiro de 2001, Herbert Vianna também sofreu um acidente de ultraleve, em Mangaratiba, no litoral sul do estado. Ele pilotava a aeronave, que caiu no mar, a cerca de 20 metros da orla. Sua mulher, a inglesa Lucy Needham Vianna, então com 36 anos, morreu no acidente. Herbert ficou paraplégico.

Globo.com

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Carro de Juiza cai dentro das Três Lagoas, em JP

thumb.JPG

Um acidente automobilístico com a juíza Mirela Darc de Melo, 32, da 5ª Vara da Justiça do Trabalho, por pouco não se transformou em tragédia agora nas imediações das Três Lagoas, no bairro do Oitizeiro, em João Pessoa.

Ela vinha dirigindo seu carro, uma Pagero, placas KIX 1436 PE, no sentido Bayeux João Pessoa quando derrapou e perdeu o controle da direção e o carro acabou caindo na água.

No momento em que a juíza estava tentando sair do seu automóvel que estava afundando nas Três Lagoas, um bombeiro ia passando de bicicleta e se jogou para salvar a magistrada. O Corpo de Bombeiro foi acionado e já realizou os primeiros socorros na vítima.

FONTE: PB Agora

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Festa de Zabelê vai ter até a banda Forró Pegado

forropegadoo.jpg

A prefeita do município de Zabelê, Iris Henrique, divulgou na manhã desta terça-feira (04), a programação oficial da tradicional Festa de Nossa Senhora das Dores, padroeira do município. Entre as atrações estão a banda Forró Pegado, sucesso de público no momento, e a dupla Laylson e Laerte.

Confira a programação

Dia 28 (sexta-feira):
Pega de boi
– 09h00: Café na fazenda pedra d’gua
– 11h00: Benção dos vaqueiros
– 12h00: Almoço na fazenda barra verde
– 13h00: Entrada na manga
– 22h00: show em praça pública
Forró Pegado
Descendentes do Forró

Dia 29 (sábado):
– 22h00: show em praça pública
Redbull
Laylson e Laerte

Dia 30 (domingo):
– 22h00: show em praça pública
Seresta com:
Eduardo Azevedo
Daniel Medeiros

Dia 31 (segunda-feira):
Tradicional festa dos velhos no clube municipal
21h00:
Forró Kente
Nova Geração

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Correios e sindicato entram em acordo para por fim à greve

correios2.jpg

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect), aceitou nessa terça-feira (4) proposta da direção dos Correios para colocar fim à greve que começou no dia 14 de setembro. O acordo vai ser levado para votação em assembléias e, se aprovado, os funcionários retomam o trabalho na quinta-feira.

Os sindicalistas concordaram em ter seis dias de trabalho descontados a partir de janeiro, sendo meio dia por mês, num total de 12 parcelas. Quem preferir, pode autorizar desconto em período menor. O desconto dos dias parados era o principal entrave para um acordo com que colocasse fim à paralisação.

A proposta prevê ainda pagamento de aumento real de R$ 80 retroativo a 1º de outubro. E o reajuste de 6,87% nos salários e benefícios a partir de 1º agosto. Os trabalhadores também aceitaram trabalhar durante finais de semana e feriados para colocar em dia as entregas atrasadas.

Fonte: G1
images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Avião da Gol, que ia do RJ para o PI, explode turbina e passageiros vivem terror

1315766980191-aviao-da-gol.jpg

Um avião da companhia aérea Gol, que fazia o voo de numeração 1570, saindo do Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ), com destino a Teresina (PI), teve uma pane e uma turbina estourou, na madrugada desta terça-feira (04/10).

O avião partiu por volta da 0h20 da madrugada e tinha previsão de aterrissar no Aeroporto Petrônio Portela, zona Norte da capital do Piauí, às 4h20. No entanto por volta de 2h da madrugada um barulho de uma explosão pôde ser escutado pelos passageiros.

Imediatamente um alerta foi acionado e transformou o que era um tranquilo voo em desespero. Passageiros entraram em pânico e começaram a gritar pedindo socorro, outros rezavam. O piloto tentou tranquilizar e teria dito que “não era nada demais”. As aeromoças também foram até alguns passageiros e tentaram controlar a situação.

Quem confirma as informações é o passageiro Sandro Silva, que é administrador de empresas e estava dentro do avião. Ele tinha ido ao Rio de Janeiro fazer alguns trabalhos pela Eletronorte e voltava para Teresina com centenas de pessoas que estavam apavoradas com a situação. Alguns dos outros passageiros voltavam da capital fluminense após um fim de semana do Rock In Rio.

“Na verdade viriamos em um voo da companhia aérea Azul, mas este foi cancelado por conta do fechamento do Aeroporto Santos Dumont. Todos foram conduzidos então para este voo da Gol. Tudo ia bem quando escutamos o barulho da turbina explodindo. Ficamos por muito tempo sobrevoando, com apenas uma turbina e os funcionários da Gol tentando acalmar todo mundo. Mas era grande o medo. Foi um voo terrível. Foi quando o piloto fez um pouso forçado no Aeroporto de Salvador-BA e depois fomos levados para outro avião da mesma empresa. Mas percebemos que na hora um pessoal do Corpo de Bombeiros foi acionado e o avião ficou na pista. Foi um pânico geral. Eu e as outras pessoas dissemos que iriamos denunciar, porque a Gol não demostrou preocupação alguma. Um absurdo”, afirmou.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa do aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, de Salvador-BA, para comentar sobre o assunto e como se deu o pouso forçado do voo de numeração 1570 da Gol através do telefone (71) 3204 1010, mas a atendente da assessoria, que não quis revelar seu nome, disse que talvez o “balcão de informações” pudesse falar, mas que seria melhor procurar a própria Gol.

A reportagem procurou então a assessoria da Gol, que através da sua assessoria disse que irá informar posicionamento oficial da companhia sobre o caso.

180 Graus

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

No Sertão: Carona pede ajuda e agentes da PRF detém condutor embriagado

agentes-da-prf-detem-condutor-embriagado.jpg.280x200_q85_crop.jpg

Um caso inusitado aconteceu na noite de ontem, segunda-feira (3), no Posto da PRF de Pombal no km 408 da BR-230.
Por volta das 23h30, um caminhão passava defronte aquele Posto, quando uma pessoa que estava de carona em cima da carroceria, que inclusive é proibido o transporte de pessoas no compartimento de carga dos veículos, acenou para os policias como se tivesse pedindo ajuda.
Prontamente a equipe da PRF seguiu acompanhando o veículo e com o apoio de uma equipe da Polícia Militar, conseguiram parar o caminhão, e quando abordaram o motorista, constatou-se que ele estava com sintomas de embriaguez alcoólica.
Submetido ao teste de alcoolemia, o "etilômetro" emitiu o resultado de 0,89 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, equivalente a 16,20 decigramas de álcool por litro de sangue, no que caracteriza crime de trânsito. O motorista foi detido e conduzido para Delegacia de Polícia de Pombal.
Também no Posto da PRF de Bayeux, duas pessoas foram detidas e encaminhadas para a Delegacia de Polícia da localidade, por terem sido flagradas dirigindo sob influência de bebida alcoólica. Em um dos casos, o motorista chegou a provocar um acidente. Mas ninguém se feriu.
Acidentes
Nas rodovias federais que cortam o estado da Paraíba, a Polícia Rodoviária Federal registrou nas últimas 24 horas, 11 acidentes com duas pessoas que sofreram apenas ferimentos leves.

FOLHADOSERTAO com a PRF

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Ladrão devolve objetos a vítima após apelo na rádio

034.jpg

Um homem teve a casa assaltada no interior da Bahia e em vez de procurar a polícia para prestar uma queixa formal, resolveu apelar para a "sensibilidade" do criminoso. Manoel Damaceno, que é radialista, conta que procurou a rádio onde trabalha um amigo e, junto com ele, fez um apelo e chegou a chorar ao vivo para ter seus eletrodomésticos devolvidos pelo assaltante.

A história aconteceu em Serrinha, a 173 quilômetros de Salvador, e vem tomando conta das rodas de conversa entre os moradores.
O roubo aconteceu em 29 de setembro, em uma localidade conhecida como povoado do Cajuzeiro, zona rural do município. Manoel Damaceno conta que chegava em casa quando encontrou um buraco na parede e alguns tijolos no chão. Foi assim que o criminoso conseguiu entrar na residência e levar uma televisão, um rádio de pilha, um liquidificador, uma serra elétrica e até chaves de fenda.

"Foi um susto entrar em casa e ver que tinham levado a maioria dos meus objetos. Eu ainda estava pagando muitas coisas que ele levou", diz o radialista. Passado o susto, Damaceno ri lembrando da chamada usada para anunciar o roubo na rádio: "Casa de radialista é roubada. Levaram até o que não tem", falava o locutor.

A ideia de fazer um apelo na rádio foi do amigo José Ferraz, que apresenta um programa diário na emissora.

"Nós começamos falando que Damaceno é um cara bom, pobre, que precisava das suas coisas, que as prestações ainda estavam sendo pagas. Contamos que o horário dele na rádio é comprado e que ele não recebe pelo trabalho, na tentativa de sensibilizar o ladrão," conta.

Damaceno explica que não quis prestar uma queixa na delegacia e deu o caso como encerrado, apesar do apelo feito no programa de rádio. No entanto, para sua surpresa, na manhã do dia seguinte, todos os pertences levados estavam em frente ao buraco feito na casa. "Deixaram tudo, até as chaves de fenda", conta Damaceno.

Como o caso não foi apresentado à delegacia, a polícia não poderá buscar os responsáveis pelo crime. Segundo a vítima, ele prefere assim. "Quem foi já devolveu as coisas, agora é hora de comemorar o fato inédito e torcer para que não aconteça de novo", diz.

Fonte: G1
images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Ex-deputado evangélico Zé Bruno acusado de vender emendas em SP – Confira…

Ze_Bruno_small.jpg

Zé Bruno ex-deputado do Estado de São Paulo negou a acusação de ter recebido dinheiro para intermediar a liberação de verba e lançou suspeita sobre um ex-assessor. Segundo depoimento, Zé Bruno (DEM) recebeu, em 2009, maços com notas de R$ 100 por ter intermediado liberação de verbas. Comente o post…

O ex-deputado José Antônio Bruno, conhecido como “Zé Bruno” nega a acusação, mas lança suspeitas sobre um ex-assessor, a quem

Ex-Deputado Estadual de São Paulo – Zé Bruno

ele se refere apenas como Cremonesi e está citado no depoimento de C.A.A.V à Corregedoria do Estado. “Eu descobri que esse Cremonesi estava fazendo isso, vendendo emendas, descobri isso de uma maneira muito doida foi por isso que eu o exonerei”, disse ontem. “Mas eu prefiro dizer que o exonerei pelo fato de ter desconfiança de que fazia e negociava emendas e isso ia acabar comigo. Na época ele brigou comigo.”

Zé Bruno, que exerceu apenas um mandato, diz que demitiu Cremonesi do cargo de assessor parlamentar porque não queria ver seu nome envolvido em denúncias. “Não queria saber de bagunça na minha vida, sou honesto.”

Ele suspeita que é alvo de vingança de pessoas ligadas à Igreja Renascer, da qual fez parte durante 17 anos e chegou ao topo, como líder interino da igreja. Ele se desligou da Renascer em 2010 e agora integra outra igreja, a Casa da Rocha. “Eu conheço os meandros dos ratos com quem convivi. Essa história é muito maior do que você imagina. Tem alguém querendo denegrir meu nome.”

Sobre os maços de notas de R$ 100, ele reage categoricamente. “Brincadeira! Isso não aconteceu. Não faço isso. Agora eu pergunto: se alguém recebe propina vai deixar testemunha?, a porta entreaberta? Não sou bandido. Se fosse eu não seria burro.”

O ex-deputado diz que não mantém mais contato com Fabrício. “Um dia me alertaram que esse Fabrício não era um cara boa gente. Mandaram eu tomar cuidado. O Fabrício trouxe no gabinete uma relação de emendas. Ele disse: ‘olha, tal cidade tem que reformar a Santa Casa, tal cidade quer construir isso, veja no que pode ajudar.’ Ele dizia que era amigo de outros deputados.”

“O Fabrício foi várias vezes no meu gabinete, sempre com os prefeitos. O meu gabinete era muito povoado, tinha até escala para o pessoal. Você sabe, no gabinete não cabe todo mundo, por isso dividia em turnos. Eu queria gente trabalhando.”

Zé Bruno diz que “imaginou que ele (Fabrício) era o cara que fazia o lobby com o Cremonesi”. “De repente os dois tinham algum esquema. Eu era o cara perfeito para fazer isso porque eu era xucro, não sabia de nada de política, sem nenhuma experiência em fazer emenda.” Afirma que suas emendas contemplavam pequenos municípios. “Teve muita emenda que até perdi. Fiz emenda de R$ 70mil, R$ 100 mil. Nenhuma delas foi de R$ 500 mil. 99% eram coisas pequeninas.”

“Foi assim de monte, 20, 30 emendas que eu mandava. Mas nem todas eram pagas. Não era uma coisa que fazia diretamente, quem atendia era a minha chefia de gabinete. Em alguns casos o Cremonesi atendia, por sugestão do Fabrício. Ele pedia para eu destinar o valor. Teve muitos que eu fiz. Indicações a gente pode fazer quantas quiser.”

Seu patrimônio, diz, são uma perua Santa Fé 2008 e um Siena 2002. “Sou a mesma pessoa desde que nasci, não enriqueci, não moro em palácio.” F.M.

Ex-deputado estadual vendia emendas, diz testemunha à Corregedoria de SP

“Vi Fabrício entregar nas mãos do deputado José Antonio Bruno (DEM) um maço de notas de R$ 100”, afirmou a testemunha C.A.A.V., em depoimento na Corregedoria-Geral da Administração (CGA). As notas de R$ 100 teriam origem em suposto esquema de venda de emendas parlamentares na Assembleia Legislativa de São Paulo, denunciado pelo deputado Roque Barbiere (PTB).

A cena relatada ocorreu em agosto de 2009, enfatiza o depoente, que se identifica como “pastor evangélico autônomo”. O depoimento reforça ainda mais a denúncia de Barbiere, segundo quem deputados estaduais paulistas negociam sua cota de verbas no Orçamento do Executivo, por meio das emendas, com prefeitos e empreiteiras.

Ainda conforme o depoente, um homem identificado apenas como “Fabrício” frequentava o gabinete do parlamentar, mas não era funcionário: “Houve uma oportunidade em que Fabrício chegou muito eufórico na sede do gabinete, cumprimentou a todos e entrou direto na sala do deputado”, relata.

A porta da sala de Bruno ficou entreaberta. “Então, eu ouvi ele (Fabrício) dizer ao deputado José Antonio Bruno: ‘Deputado, tá aqui a emenda’. Ato contínuo eu vi Fabrício entregar nas mãos do deputado um maço…”

Zé Bruno, como é conhecido, exerceu mandato no período 2007-2010. Deixou o Legislativo estadual em março passado e hoje se dedica à Resgate, sua banda musical. Ele é guitarrista e vocalista.

O ex-deputado nega ter recebido valores em troca de emendas (leia texto abaixo). “Não faço isso”, afirmou. Porém, ele próprio disse suspeitar que um ex-assessor seu, que identifica apenas como “Cremonesi”, participasse de negociações para a venda de emendas.

Os nomes são apontados em procedimento da CGA, a corregedoria vinculada diretamente ao governador. A CGA está na estrutura da Casa Civil. Atua na prevenção e no combate à corrupção nos órgãos da administração. A investigação da CGA não mira a Assembleia, nem poderia. Não é sua competência institucional vasculhar a vida de parlamentares. Mas a apuração foi aberta porque a preocupação do governo é se o episódio pode ter provocado alguma lesão aos cofres públicos do Estado.

Comissões

Oficialmente, a CGA informou que conduz uma apuração preliminar. A corregedoria vai se manifestar “no momento oportuno”. Seus primeiros movimentos revelam que não existe nenhum convênio, ou assinatura de repasse de verba atendendo a indicação de Zé Bruno no exercício 2010.

C.A.A.V. foi ouvido por uma equipe de seis corregedores, sob comando do delegado da Polícia Civil João Batista Palma Beolchi.

A testemunha disse que trabalhou no gabinete de Zé Bruno de fevereiro de 2009 a maio de 2010, como auxiliar parlamentar. Ele contou que certa ocasião foi “isolado” depois que se recusou a repassar parte de seu salário para o deputado. “Em meados de abril de 2010 eu fui chamado à sala do deputado, o qual me informou que a partir do mês seguinte uma parte do meu salário deveria ser repassada a ele. Eu não concordei com isso e 15 dias depois, fui exonerado.”

“Deixei de participar de reuniões como costumeiramente fazia”, relata. “Tanto nas reuniões no gabinete como nas nas sedes dos municípios os participantes passaram a ser apenas a chefe de gabinete Fran, Cremonesi, o prefeito, o deputado e, vez por outra, Fabrício.”

Ele declarou que “sabia pelos comentários correntes que o objetivo dessas reuniões era obter comissões para liberação das emendas”.

Fonte: Estadão- via FolhaGospel – post inforgospel.com.br

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Bebê nasce com dois rostos; veja!

20111004120752.jpg
Na cidade paquistanesa de Rawalpindi, nasceu uma criança com uma anomalia extremamente rara de desenvolvimento chamada ´duplicação craniofacial´. Ele tem duas faces na cabeça. A mãe do garoto, de 30 anos, deu à luz Sahid Parvin em 23 de setembro.

Ela teve o período de gravidez perfeitamente normal e nenhum dos médicos conseguiu detectar a anomalia em exames pré-natal.

O menino tem dois narizes, duas bocas, quatro olhos, ainda que dois deles são quase fundidos em um.

O diretor do hospital ainda não sabe dizer se o garoto incomum vai sobreviver, mas observou que a mãe está abalada e muito preocupada com seu futuro.


UOL

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Igreja Mundial colocou a venda “martelo da Justiça”- Assista

martelo-da-mundial-e1317697500253.jpg

A Igreja Mundial colocou à disposição dos fiéis um martelo divino para quebrar as “pedras do caminho”, como desemprego, dívida, vício em jogo de azar e marido com amante.-Confira o post e comente…

O objeto sagrado está sendo enviado pelo correio a quem fizer a “ofertinha” de R$ 1.000, conforme anunciou na TV um pastor (vídeo abaixo). O site da igreja informa que a arrecadação será destinada para a construção da Cidade Mundial, em Garulhos, na Grande São Paulo.

A igreja usou um trecho da Bíblia para justificar a oferta do martelinho. Diz Jeremias 23:29: “Porventura a minha palavra não é como o fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiuça a pedra?”

Na prateleira de produtos divinos da igreja de Valdemiro Santiago há, além do martelinho, meias e toalhinhas. A promoção das meias acabou recentemente. O par estava sendo “ofertado” por R$ 153.

Martelinho de Deus contra pedras do caminho – Confira vídeo:

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Congresso e políticos têm o pior índice de confiabilidade, diz Ibope

20111004094756_03.jpg

A polícia, escolas públicas e Forças Armadas são mais confiáveis do que as instituições políticas. Numa escala de zero a cem, os partidos políticos obtiveram a pior nota (28); os bombeiros tiveram a melhor (86), pela terceira vez consecutiva. A instituição Presidente da República obteve índice de 60, que é muito superior ao do Congresso Nacional (35) e dos partidos políticos (28)

Bombeiros, Igrejas e Forças Armadas são as instituições com melhor avaliação. Em meio às denúncias de casos de corrupção que dominam o noticiário, a população brasileira indica que confia menos em partidos políticos e no Congresso Nacional do que em 16 instituições, segundo o Índice de Confiança Social, elaborado pelo Ibope Inteligência, divulgado ontem.

A polícia, escolas públicas e Forças Armadas são mais confiáveis do que as instituições políticas. Numa escala de zero a cem, os partidos políticos obtiveram a pior nota (28); os bombeiros tiveram a melhor (86), pela terceira vez consecutiva.

A pesquisa é feita anualmente desde 2009. Os entrevistados são perguntados sobre grupos como a família e amigos e sobre empresas.

Na composição do índice, há uma escala de quatro pontos, em que é possível o entrevistado avaliar cada ponto com “muita confiança, alguma confiança, quase nenhuma confiança ou nenhuma confiança”. Foram entrevistadas 2.002 pessoas; 18 instituições e quatro grupos sociais foram avaliados.

A instituição Presidente da República obteve índice de 66 pontos em 2009, passou para 69 em 2010 e, em 2011, caiu para 60. Embora tenha diminuído, o índice é muito superior ao do Congresso Nacional (35) e dos partidos políticos (28).

Com menos pontos do que os bombeiros, aparecem as Igrejas e as Forças Armadas, ambas com 72 pontos.

De acordo com o índice, a população brasileira está menos confiante no sistema público de Saúde, nas escolas públicas e nos meios de comunicação.

O grupo social de maior confiança é a família (90), seguido de amigos (68), cidadãos (60) e vizinhos (59).

Na análise dos três anos, a instituição sistema público de Saúde foi a que apresentou maior queda (de 49 pontos, em 2009, para 47, em 2010, e 41 este ano), seguida por escolas públicas (tinham 62, passaram para 60 em 2010 e obtiveram 55 este ano) e meios de comunicação (de 71 pontos, em 2009, chegaram a 67 no ano passado e, agora, atingiram 65 pontos).

O Globo

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Cachorro vai morar em cemitério para ficar perto de dono morto há quatro meses no Paraná

1317730823807-cachorro-cemiterio.PNG

Um cachorro vira-lata chamado Rambo é o mais novo hóspede do cemitério municipal de Mamborê (482 km de Curitiba). Ele segue vivo, mas, como autêntico representante da fidelidade canina, passa horas ao lado de um dos túmulos recentes do local, o de seu antigo dono, morto há quatro meses.

Devido à insistência em permanecer no cemitério, o cachorro já arrumou um novo amigo, o solitário coveiro Sidinei Ramos, que lhe dá de comer todos os dias. O nome Rambo foi ideia do coveiro, já que antes ninguém sabia como o bicho era chamado.

O apelido surgiu depois que Rambo passou a apresentar um comportamento agressivo, parecido com a defesa de território, quando outros cães “ousam” entrar no cemitério.

“Ele brigava muito. Foi por causa disso que coloquei esse nome de guerreiro”, disse Ramos. Em oito anos de trabalho, o coveiro afirmou que é a primeira vez que vê um cão ir morar no cemitério.

Ramos afirmou que se sente desconfortável com a situação e espera que alguém adote Rambo. “Estou querendo que alguém pegue ele pra cuidar. Ficou esquisito um cachorro morar aqui no cemitério.”

Uol

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Funcionário do BNB de Solânea se recusa a pagar benefício a aposentado mesmo sabendo que ele estava na agênc ia e não podia passar na porta giratória

andrebnb-300x240.jpg

O senhor Manoel Balbino da Silva, de 80 anos, residente em Solânea (PB), que sofre de mal de parkinson, está há quatro meses sem receber o novo cartão de benefício do INSS. Como se não bastasse este transtorno, que o obriga a ter que ir ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB) da cidade para assinar ou deixar a impressão digital, o idoso ainda teve o desprazer de, na agência, ser incomodado pelo funcionário ‘André’, que atende no caixa. O desrespeito foi constatado na tarde da segunda-feira (3) pelo repórter do FOCANDO A NOTÍCIA – Luís Carlos, neto da vítima.

Repetindo o gesto, neste período de espera do cartão, o repórter levou o ancião ao banco para receber o auxílio ao idoso. Como o seu avô tem dificuldades de passar pela porta giratória por causa da doença, Luiz Carlos adotou o procedimento de rotina: deixou Manoel Balbino no setor dos caixas eletrônicos e apresentou o documento exigido (carteira de trabalho do aposentado) ao funcionário responsável que, depois de pegar a digital do beneficiário, emitiu um comprovante – espécie de cupom – concedendo-lhe o direito de receber o dinheiro na “boca do caixa”.

Ao chegar no caixa, o repórter foi surpreendido com a atitude do servidor público ‘André’ que se negou a pagar o benefício e passou a cobrar a presença de seu Manoel na “boca do caixa”. Mesmo depois de ser informado que fazia mais de uma hora que o idoso estava na agência, que é acometido do mal de parkinson e tem dificuldades de passar pela porta giratória, ‘André’ manteve a decisão e continuou insistindo que o cidadão doente fosse ao caixa.

Questionado se estaria achando que a impressão digital do comprovante era falsa, ‘André’ expressou muita irritação e disse que não iria mais efetuar o pagamento. Luís Carlos, então, procurou o gerente, mas este havia saído para o almoço. Retornando para André, ele sustentou a decisão. Foi quando, sensibilizado com a situação e demonstrando equilíbrio, o caixa ao lado se ofereceu para pagar o benefício.

Resolvido o impasse criado por ‘André, o repórter levou o seu avô para casa, voltou ao banco e narrou o caso ao gerente, que pediu desculpas pelo ocorrido e sugeriu que “relevássemos” o fato.

“Mesmo respeitando os demais funcionários da agência, que têm sempre nos atendido com presteza, não poderíamos aceitar que fatos como esse, que mostram verdadeiro desrespeito ao idoso e, principalmente, doente, não sejam denunciados”, desabafa Luís Carlos.

O repórter lembra que a denúncia não é contra o banco e sim com relação ao caixa ‘André’ “pela atitude grosseira e desrespeitosa”, e também de desconfiança para com os próprios companheiros de trabalho, “já que para ter acesso ao comprovante, que dá ao idoso o direito de receber o beneficio sem o cartão, é preciso antes passar pelo funcionário da própria agencia para que este ateste com a assinatura ou através da digital a presença do beneficiário”.

Luís Carlos cita o artigo 3º do Estatuto do Idoso, que no parágrafo único destaca entre as garantias de prioridades o “atendimento preferencial imediato e individualizado junto aos órgãos públicos e privados prestadores de serviços à população”, para lembrar que seu avô e outras pessoas de idade vêm sendo desrespeitadas, sobretudo quando passam mais de uma hora para conseguir receber o beneficio.

O BNB de Solânea está localizado na Praça 26 de Novembro – 25 / Edifício Samuel Duarte, centro, cep.: 58.225-000 / Solânea (PB).

Parkinson

É uma doença neurológica que compromete os movimentos. Não se descobriu o que origina a doença, mas sabe-se que essa atua na degeneração e morte dos neurônios que produzem a dopamina no sistema nervoso central.

A perda de produção da dopamina provoca a perda da condução de neurotransmissores (as correntes nervosas) pelo corpo, que são responsáveis pela coordenação e controle de todos os movimentos que o organismo pode ter.

Dessa forma, a falta da dopamina no organismo causa cansaço, fraqueza, tremores, lentidão de movimentos, rigidez muscular, desequilíbrio, dificuldade para se movimentar, alterações na fala e outros.

Redação/Focando a Notícia

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Laços familiares: partidos políticos na Paraíba decidem tudo na cozinha. Confira a lista das legendas

20111004071426.jpg

Não é exagero. Alguns partidos na Paraíba podem perfeitamente tomar decisões importantes numa rápida reunião na cozinha de casa de seus dirigentes. A razão é simples: a legenda se transformou num ‘patrimônio familiar’.
Levantamento básico feito pelo blog detectou uma predominância familiar em, pelo menos, oito partidos de expressão no Estado. A cultura dos dirigentes partidários de cercar de pessoas de confiança parece ser a tônica no momento de composição das cúpulas partidárias. Nesse sentido, prevalece a lógica: quem é mais de confiança do que seu filho, seu pai, sua esposa….?

Veja, abaixo, os casos flagrantes de nepotismo partidário na Paraíba:

DEM – Presidido no Estado pelo ex-senador e atual secretário de Estado da Infraestrutura, Efraim Morais. Por articulações próprias, Efraim Filho, deputado federa, é o presidente da Juventude Nacional do DEM. Mas, no Diretório Estadual, o ‘cacique’ conta com, pelo menos, 10 parentes diretos – entre os quais, dois irmãos (Joácio e Inácio Bento) e um primo (Glauco). Todos participam também do diretório municipal de João Pessoa – onde se acrescenta a esposa de Efraim, Angela.
PMDB – Tem como principal comandante na Paraíba o ex-governador José Maranhão, que colocou na presidência do partido homem de sua confiança – Antônio de Souza -, que já disse: passará o cargo a Maranhão na hora em que ele quiser. Os detalhes familiares: não por acaso, o sobrinho Benjamin Maranhão, deputado federal, assumiu a presidência do PMDB de João Pessoa. No diretório estadual, despontam ainda os nomes de Olenka Maranhão (deputada federal e sobrinha), Wilma Targino Maranhão (prefeita de Araruna e irmã). Há ainda Mirabeau Maranhão e Magda Maranhão.
PP – É presidido pelo ex-deputado federal Enivaldo Ribeiro, que faz questão sempre de ter por perto na direção os dois filhos (Aguinaldo, deputado federal) e Daniella (deputada estadual), além de Sílvia Maria Velloso Borges e Gustavo Ribeiro. Ah, o presidente do PP municipal de Campina Grande é irmão de Enivaldo e tio de Daniella, pré-candidata a prefeita nas eleições de 2012.
PDT – O partido tem como principal liderança o deputado federal Damião Feliciano, que durante muitos anos atuou como presidente da legenda. Em maio deste ano, o parlamentar decidiu passar o cargo…para o filho, Renato Feliciano, atual secretário de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico.
PCO – O Partido da Causa Operária na Paraíba não é tão revolucionário quando a questão é a composição da sua direção. Tendo como presidente Maria de Lourdes Sarmento, eterna candidata ao cargo de governador da legenda, o PCO-PB tem como secretária a filha da dirigente, Sarah Sarmento de Sousa. Há ainda Maria Elisabete Sarmento.
PP – O presidente do partido no Estado é o deputado federal Wellington Roberto, que compartilha a direção da legenda com o filho Caio Roberto (deputado estadual) e a esposa Déborah Sílvio Figueiredo Roberto. A família está ainda representada por Maria Roberto Dantas Vale, Felipe Barbosa Roberto e Epitácio Roberto Dantas.
PV – A legenda é presidida no Estado pelo sargento Denis Oliveira, secretário Executivo de Desenvolvimento e da Articulação Municipal. Na direção conta com a esposa, Maristela Viana de Oliveira – que, não por acaso, é também presidente do diretório municipal do partido em João Pessoa, capital do Estado.
PSC – O partido tem na presidência na Paraíba o ex-deputado federal Marcondes Gadelha, que conta com o suporte na direção dos filhos Leonardo (ex-deputado estadual) e Paula Gadelha. Fazia parte da legenda, até migrar para o PMDB, José Luiz Júnior, que levou consigo também o filho José Luiz Neto.

Marcos Alfredo.com.br
images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Irmãos gêmeos de 93 anos morrem no mesmo dia em São José dos Campos, SP

gemelos-300x191.jpg

Um fato inusitado emocionou os moradores da cidade de São José dos Campos, cidade a 97 quilômetros de São Paulo, segundo o site VNews. Zilda Maria de Jesus e José Ferreira dos Santos Neto, de 93 anos, eram irmãos gêmeos. Eles nasceram no dia 24 de abril de 1918 e morreram neste domingo, em um intervalo de apenas seis horas.

Os dois estavam doentes e internados no Hospital Municipal de São José dos Campos. Zilda foi internada no sábado e José na última terça-feira. No domingo, por volta das 13h, Zilda morreu de insuficiência respiratória. A família, no entanto, não contou para José sobre a morte para evitar complicações em seu quadro de saúde.

Quando todos chegaram ao velório municipal da cidade, uma ligação do hospital onde o idoso estava internado deixou a família incrédula. Ele também tinha morrido de insuficiência renal no começo da noite.

A família diz que foi uma união que nem a morte conseguiu separar. Outros gêmeos da família não temem a coincidência.

– Sou novo ainda e tenho que curtir a vida, mas se acontecer de eu morrer junto com meu irmão foi porque Deus quis – diz André Rodrigues, de 13 anos, bisneto de Zilda e que tem, também, um irmão gêmeo.

O Globo

images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro

Criança é vitima de bala perdida em João Pessoa

thumb.JPG

Mais uma criança foi vítima de bala perdida em João Pessoa. Na noite desta segunda-feira (3), um menino de 4 anos foi baleado, no Bairro Jardim Veneza.

De acordo com o repórter Emerson Machado, TV Correio, a criança estava passando na hora em que Alberto Lima, de 17 anos, foi executado.

Uma das balas perdidas atingiu a criança que foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. De acordo com o boletim da unidade hospitalar, o paciente passou por exames e segue internado, em estado regular.

FONTE: portal correio
images?q=tbn:ANd9GcRpNUetNstJAGm2AM5Bhz85_MFZAhF0MXwz9aTNvCeetUBNwYJ2Siga-nos no Twitter Follow @joaoesocorro