SECRETARIA DE SAÚDE DE S. S. do UMBUZEIRO LANÇA PROJETO COM OBJETIVO DE ERRADICAÇÃO DE FOCOS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI

“POPULAÇÃO CONSCIENTE, S. S. do UMBUZEIRO SEM MOSQUITO Aedes aegypti” CASA LIVRE DO MOSQUITO.

Este projeto tem como meta o envolvimento da população em geral, comunidade escolar municipal e estadual, saúde etc. Para o desenvolvimento das ações como a conscientização, fiscalização, distribuição de peixes, buscaremos incentivar as pessoas da comunidade a pensarem e refletirem coletivamente o problema da incidência da Dengue, zika vírus e chikungunya na comunidade e para alcançar tal objetivo numa ação conjunta propomos a elaboração e implantação de um projeto de intervenção na saúde da comunidade escolar e local.

Este projeto faz parte do cronograma adotado pela secretaria de saúde desde o final do ano passado, que estabeleceu medidas na mobilizando da população para garantir a qualidade e a eficiência com a questão da prevenção dos focos do mosquito.

A secretaria vem a cada dia ampliando e intensificando as ações de erradicação de focos do mosquito, haja visto que os trabalhos tem como meta o controle em 100% dos focos no município, que no futuro não possamos se deparar com novas epidemias, que seja um trabalho pra ficar como exemplar.

Foi implantado a sala de situação que tem como intuito de mapear e divulgar os casos notificados confirmados e descartados por semana epidemiológica dentro do município. Com a finalidade de criar um canal de comunicação direta entra a comunidade e a vigilância epidemiológica foi criado o ALÔ DENGUE. Uma outra ação do projeto é a visita por quadra onde é mapeado em todas residências os locais de possíveis criadouros de lavas e monitorado semanalmente através do CHECK LIST e o dia D em que o morador deve observar os locais de possíveis focos na residência caso encontre focos acionar o ALÔ DENGUE, na visita é realizado orientações de como manter o ambiente livre do mosquito. Caso não seja encontrado focos de lavas a residência recebe um selo do CASA LIVRE DO MOSQUITO. Outrora, se positivo será eliminado o foco e após 15 dias se o morador mantiver a casa livre receberá o selo. Também será feito parcerias com as escolas na colocação de armadilhas para localizar a presença de focos por quadras e distribuição de peixes lavorfagos.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s