“É uma coisa sem explicação”, diz pai de menina que teve coração arrancado

menina 310x245
O homem humilde, calejado pela vida pesada no campo não consegue segurar a emoção.

O lavrador Sebastião da Cruz Costa, ainda não tinha superado a perda da mulher há poucos meses, por uma doença no coração, quando teve a filha assassinada por um foragido da polícia. Ele me tirou a coisa mais importante da minha vida. Rayane Aparecida Cândida tinha apenas 10 anos de idade quando desapareceu a caminho da escola, no último dia 2 de junho. O assassinato da menina revoltou os moradores do município de Buenópolis, a 280 quilômetros de Belo Horizonte. A policia teve trabalho para conduzir o assassino até a delegacia, já que centenas de pessoas queriam linchá-lo a qualquer custo.

Jairo Lopes de 42 anos foi preso na zona rural de Joaquim Felício, no Norte de Minas. Os motivos do crime ainda são investigados. Além das atrocidades cometidas com a criança, o suspeito ainda arrancou o coração, que não foi localizado pela polícia. O pai, de poucas palavras, não entende a crueldade cometida contra sua filha.

— É uma coisa sem explicação.

Mas enquanto aguarda uma sentença da Justiça, o lavrador prefere ficar longe de casa para suportar a ausência da mulher e a dor de perder a única filha de maneira tão cruel.

— Agora é tentar seguir em frente. Tocar a vida. Esquecer, a gente não esquece.

R7

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s